Superior privado: fortes para com os fracos, uma resposta da Direcção do SNESup

by

.

No privado não há exigência legal de doutoramento para os docentes, há rácios que as instituições têm de cumprir, mas estas na maioria dos casos estão-se  nas tintas para dar condições para realizar o doutoramento. É mais simples contratar aposentados doutorados.

O que é que o “RPDIIP” do SNESup propõe para os docentes, designadamente assistentes, que, pelo Código do Trabalho, e em cumprimento da Directiva Europeia, já têm contrato sem termo, isto é, por tempo indeterminado, mas não doutoramento ?

.

Ler para crer:

.

De: …..
Enviada: quarta-feira, 14 de Janeiro de 2015 11:44
Para: Direcção
Assunto: Fwd: Proposta de Regime do Pessoal Docente e de Investigação das Instituições Privadas

Bom dia,

Li o documento que enviaram (RPDIIP) e fiquei apreensiva em relação à situação de alguns docentes do Instituto Superior de ….. onde lecciono e que conheço melhor. Há neste Instituto docentes com muitos anos de serviço com contratos sem termo e que não são doutorados. Alguns a fazer doutoramento, outros não. Quais podem ser as consequências de um documento destes para esses docentes? Pensaram nisso? Parece-me um documento perigoso…

Cumprimentos,

(colega identificada,  em processo de doutoramento)

.

.

From: Direcção
Date: 2015-01-19 10:10 GMT+00:00
Subject: Proposta de Regime do Pessoal Docente e de Investigação das Instituições Privadas
To: …..

Cara colega ….

Agradecemos a atenção dada ao documento e lamentamos que este a tenha deixado apreensiva. Como a colega compreenderá, um documento deste tipo é dirigido ao universo de todos os professores e investigadores do Ensino Superior Privado. A docência no Ensino Superior está sujeita a uma exigência de qualificações que são públicas há já vários anos, tendo-se esperado que os colegas que não cumpriam os requisitos da mesma, o fizessem. O SNESup apoia o nível de exigência das qualificações dos docentes, pois estas visam melhorar a qualidade do Ensino Superior em Portugal. Isto aplica-se a todo o Ensino Superior, pelo que também os docentes do Ensino Privado têm que corresponder a esta exigência, como há vários anos o sabem. Qual é a sugestão que a colega propõe para os docentes a que se refere? Com certeza, compreenderá que não podemos estar a prejudicar todo um vasto universo de pessoas, que cumpriram com as regras e possuem as qualificações necessárias, por causa de um conjunto de docentes que escolheram não agir sobre o problema que tinham. Estamos, no entanto, recetivos e estudaremos todas as sugestões que nos enviar.

Saudações académicas e sindicais

Direção do SNESup

.

A vingança da Direcção em relação à sócia que ousou levantar a questão foi exemplar: o “regime”  entregue na Secretaria de Estado nem fala de assistentes.

.

E se o António Vicente, em vez de repetir o discurso chapa 4 na manifestação do Politécnico de  29 de Maio, se lembra de ler este ?

.

Anúncios

%d bloggers like this: