Agora É Com Todos Nós

by

O SNESup aprovou em Conselho Nacional do passado sábado, cujas conclusões foram largamente divulgadas, um conjunto de acções, designadamente a realização de jornadas de defesa da autonomia e da qualidade e a convocação de dias de indignação, que terão de ser necessariamente preparados a nível de instituição, por associados e não associados, ao longo de todo o presente ano lectivo. A estrutura do sindicato pode quando muito prestar apoio que empreste uma maior visibilidade às iniciativas mas, bem vistas as coisas, muitos colegas têm eles próprios um fácil acesso à comunicação social nacional, regional e local.

A aparente passividade do ensino superior perante as medidas tomadas para 2011 explica em larga medida por que razão em 2012 se foi ainda mais longe. Cabe a todos nós criar “razões” para que em 2013 e anos seguintes estas não se repitam nem sejam ainda agravadas.

É devida especial referência ao papel dos dirigentes das instituições, aos quais apelamos para um mais regular diálogo e cooperação com o SNESup e aos quais vamos formular propostas que minimizem os danos.

Em relação ao próximo dia 24 de Novembro a Direcção do SNESup divulgará proximamente a forma de concretização das iniciativas, designadamente a emissão de pré-aviso de greve, autorizadas pelo Conselho Nacional.

Anúncios

2 Respostas to “Agora É Com Todos Nós”

  1. Adriano de jesus Brandão Says:

    Espero que haja uma atenção especial para com os colegas do ES privado que estão com contrato de trabalho precário, 3 anos, e depois! Para com todos estes colegas que lutam pela carreira e cada vez mais se sentem complectamente esquecidos… Gostaria de abrir o debate sobre estas questões pq há pbs graves no público que são diferentes do privado… Ora o momento, penso eu, é pertinente para colocar as questões do privado em discussão mobilizando os associados…. Penso que não há outra ECDU diferente do público era bom que esse fosse respeitado no privado.

  2. ivogoncalves Says:

    Se o público se for atirar a um poço, o privado também se deve ir atirar ?

    Faço a pergunta porque o público está de facto neste momento, em termos de retribuições, em queda livre pelo poço abaixo…

Os comentários estão fechados.


%d bloggers like this: