2012, Ano de Resistência

by
A dias de conhecermos a proposta de Orçamento de Estado para 2012, é certo que este não será um ano normal. Assumimos desde já, em especial para o Ensino Superior, a ideia de 2012 como ano de resistência nas seguintes vertentes:
– Defender a integridade do ensino superior, a sua imagem pública, as condições de trabalho de todos, em particular dos docentes e investigadores sem esquecer as dos alunos;
– Preservar a capacidade de diálogo e de relacionamento inter-institucional melhorando o enquadramento legislativo das carreiras, “contratualizando a regulamentação” e fazendo funcionar os mecanismos de resolução alternativa de litígios, que, incluídos no ECDU e no ECPDESP, continuam letra morta em muitas instituições, na maioria dos casos por inércia e receio do desconhecido, mas em alguns por franca malevolência e perfil litigante dos seus dirigentes e responsáveis pelo contencioso;
– Intervir sempre que necessário para obstar a actuações que ponham em causa interesses legítimos de colegas.
É isto que, sendo nós o Sindicato do Ensino Superior, todos os Colegas têm direito a esperar de nós.
E por sua vez acreditamos ter o direito de esperar de todos os Colegas um sentido de unidade com o Sindicato que se reflicta na filiação sindical, na preocupação de nos fazerem chegar informação do que se passa nos seus locais de trabalho e na disponibilidade para ponderarem as nossas propostas.
Informar e Debater é indispensável para que se possa Intervir.
(InfoSNESup n.º 148)
Anúncios

Etiquetas: , , ,


%d bloggers like this: