Escola Superior de Comunicação Social paralisada

by

A Escola Superior de Comunicação Social esteve hoje paralisada. Num dia da semana que é em parte reservado à realização de reuniões de orgãos e comissões e em que por isso há uma menor actividade lectiva, das mais de três dezenas de aulas previstas, até às 17h, apenas uma se realizou.
Nalguns casos, poucos, foi a falta de alunos e não dos docentes a impedir a concretização das referidas aulas. As actividades extra-lectivas que estavam programadas foram adiadas.
A meio do dia, um conjunto de docentes sindicalizados e não sindicalizados reuniram-se informalmente para analisar e discutir alguns dos problemas com que se defronta o ensino superior, em particular no sistema politécnico e no nosso instituto.
Qualquer que seja o critério utilizado, esta foi de longe a maior greve que aconteceu nesta escola desde a sua fundação. Só isso basta para atestar o nível de insatisfação que se regista actualmente e que mobiliza a classe docente contra as medidas atentatórias dos seus direitos e dos interesses do Ensino Superior Público.
José Cavaleiro Rodrigues
Delegado Sindical da ESCS/IPL

Anúncios

%d bloggers like this: